Manchetes do jornalismo brasileiro em uma casca de noz.

*Nota do Blog: esse texto é uma distopia.

Junho

– Ativistas de minorias sexuais são atacados mais uma vez. Não há uma resposta contundente das autoridades.

– Episódio de constrangimento de estrangeiros repercute na internet. Denúncia no Ministério Público é arquivada.

Julho

– A crise se torna institucional, legislativo usa todas as armas para enfraquecer o governo.

– O problema econômico é agravado pelo político. Discursos de ódio se alastram.

– Pauta progressista na Educação dos municípios é barrada por todo o país.

Agosto

– A volta do semestre letivo conta com mais colégios sob comando militar em diversos Estados.

– Manifestações contra o governo tomam proporção.

A leitura é uma atividade passiva?
A leitura é uma atividade passiva?

Setembro

– Registradas agressões contra imigrantes em outras duas capitais do país. Não se sabe de investigações abertas.

– Os bons resultados dos colégios militares inspiram governos estaduais. Religiosos elogiam a estratégia de ensino “é de grande vigor moral”.

– Capacidade de governabilidade federal vai à estaca zero. Esta semana três ministros formalizam renúncia.

– Agressões abertas contra membros do governo são apoiadas em grande escala.

Outubro

– Fundação de novo partido promete articular alternativa ao governo. Grandes oligarcas e líderes religiosos sinalizam apoio.

– Representante de minorias no congresso desaparece sem deixar rastros.

– Articulação no Congresso aprova as novas leis do pacote “Liberdade na Escola”, que impede a propaganda ideológica de esquerda na educação.

– Nova legislação eleitoral entra em vigor.

Novembro

– Representantes do Partido Causa Nacional percorrem o país dialogando com lideranças militares da reserva. “Estamos prestando nosso respeito aos verdadeiros heróis”, afirma fundador do partido.

– Uma solução para o desemprego crescente vem das obras promovidas pelos militares com verba aprovada pelo Congresso. “Antes dívida pública que pais de família passando fome”, afirma Coronel Feitosa.

– “Estamos finalmente vendo uma esperança, estamos certos que Deus está do nosso lado” afirma o pastor recentemente incorporado à liderança do partido.

Bruno é professor de filosofia na rede estadual da cidade de Maringá-PR. É fã de pimenta, Quentin Tarantino e Rolling Stones. Ele colabora com o blog filosofia em 3 minutos quando pode.
Bruno é professor de filosofia na rede estadual da cidade de Maringá-PR. É fã de pimenta, Quentin Tarantino e Rolling Stones. Ele colabora com o blog filosofia em 3 minutos quando pode.

Dezembro

 TODOS OS CIDADÃOS DE BEM ESTÃO CONVOCADOS PARA A PASSEATA ORGANIZADA PELO PARTIDO DA CAUSA NACIONAL.

Janeiro

– APÓS A GLORIOSA TOMADA DO CONGRESSO NO MÊS PASSADO TODOS OS TRAIDORES DA PÁTRIA ESTÃO ENCARCERADOS. SEJA UM PATRIOTA, DENUNCIE FORAGIDOS.

Editorial: A partir do próximo mês nossa publicação mensal estará no segundo caderno do Jornal da Nação Brasileira contando com a colaboração do Excelentíssimo Marechal Feitosa.

*Texto de autoria de Bruno Iauch.

Anúncios

Deixe vossa opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s